segunda-feira, 8 de outubro de 2012

TIRANDO DÚVIDAS



Esta postagem é para esclarecer alguns fatos. Sabe aquela frase: “Têm gente que valoriza só quando perde”, pois é, gostaria de deixar claro aqui, que esse NÃO é o motivo do meu blog, escrevo para não esquecer como ela era especial para mim, e porque ela era minha melhor amiga. Escrevo para deixar minhas lembranças para meu filho. Mesmo tendo aprontado muito, muito mesmo, minha mente não me perturba com nenhum arrependimento, nada específico, pois eu era criança e criança apronta mesmo, não é? Como dizia minha vovó Ester “essa menina puxou o pai, é terrível”.
Eu a valorizava quando ela estava viva e também continuo a lembrar de sua vida depois que ela se foi.  É só uma continuação, não um começo. Quando queria saber o que fazer, com algum problema ou com decisões, quem sempre me dava conselhos era minha mãe, meu pai quando tinha alguma opinião falava para ela, e ela vinha falar comigo. Coisa de pais da sua geração. Por incrível que pareça eu tentava ouvir todos os conselhos, nem sempre seguia o que eles falavam, mais levava em consideração. Minha mãe tinha um “sexto sentido”, ela conseguia antecipar algumas situações só com suas análises. Confiava no que ela sempre me dizia.  Foi assim que decide minha profissão e escolhi meu marido.
  Minha mãe sempre foi especial, ela foi para mim uma supermãe. Sei que a saudade ainda vai corroer meu coração. Que não vou conseguir segurar as lagrimas, quando lembrar do seu sorriso ou dela mostrando língua toda descontraída. Mais sei que isso vai ter um fim. Sei que vou poder toca-la novamente, beija-la e dizer  nos seus ouvidos, “mãe você nem imagina quanta falta eu senti de você”. Eu aguardo ansiosa a volta de Jesus.

4 comentários:

  1. Quando não temos mais pessoas queridas, elas continuam a existir em nossos corações.

    Refúgio das Palavras

    ResponderExcluir
  2. VERDADE. Nossos corações são onde podemos guardá-las para sempre. :)

    ResponderExcluir
  3. Eu te entendo escrevo sobre minha mãe porque ela é nosso primeiro amor. super especial. parabens continue a escrever.
    pois alivia a saudade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelas palavras, Clarissa. Volte sempre.

      Excluir