sábado, 28 de setembro de 2013

Força do Hábito




Viver no automático é confortável para nosso cérebro, ele economiza energia. Nossos hábitos são atalhos que o nosso cérebro faz para realizar as atividades mais simples, como por exemplo, escovar os dentes, comer, etc. 
Estou em uma fase que meus velhos hábitos, estão aflorados. Foram despertados. Parando para pensar não consigo achar o gatilho que os fizeram aparecer. Estou incomodada, pois Já faz algum tempo que meus hábitos estão me incomodando. Passei a minha infância sem se preocupar com meus hábitos, e seus efeitos na minha vida futura. Já na adolescência tentei mudar tudo isso, parei com o refrigerante, com o açúcar e com a carne, tentei praticar esportes regularmente e se preocupar com tudo que consumimos, desde comida até como gastamos nosso tempo e dinheiro.
Bom, muita coisa mudou desde meus 16 anos... Alguns hábitos ainda são preservados, entretanto outros eu não sei mais como mudá-los.  De acordo com o psicólogo Dean, “nossa vontade consciente de mudar se mostra muito fraca em comparação ao comportamento que temos automaticamente".  Ele ressalta que “é bom também ficar alerta: mesmo após um novo hábito ter sido estabelecido, o antigo estará lá, quietinho, esperando a hora de ser reativado”. Deixei o gigante despertar. E agora?
Não sei por onde começar... Estou um pouco perdida, confesso. Preciso mudar alguns hábitos rapidamente. Todavia uma coisa eu sei, não quero ser radical, como foi na adolescência, quero alcançar um equilíbrio.
Hoje, o post foi para reforçar minha vontade de mudar. Preciso estabelecer prioridades na minha vida, ter comprometimento com as coisas do alto e força de vontade para seguir nesta nova caminhada. 
Agora posso dizer que é oficial. Fase equilíbrio em andamento. Espero ter bons resultados para contar.
Abraços

________________________________________________

Fonte:
http://mulher.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2013/08/09/por-que-e-tao-dificil-adquirir-bons-habitos-e-se-livrar-dos-ruins.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário